Aline 1.jpg

Aline Diniz

Sou jornalista e sócia de uma agência de comunicação. Trabalhei por sete anos como colunista e repórter de Economia, depois fui assessora em órgão público por mais três. Passados alguns anos, volto com vontade de escrever sobre o que eu gosto: os bastidores da economia do Espírito Santo.

Convento da Penha terá iluminação cênica

Convento da Penha terá iluminação cênica

O Convento da Penha, considerado o maior patrimônio histórico-cultural do Espírito Santo, terá iluminação cênica. Pelo menos é o que deseja a Prefeitura de Vila Velha dentro do projeto de uma Parceria Público-Privado para a melhoria da rede de iluminação pública da cidade. Já pediram apoio técnico ao BNDES, seguindo o caminho de Porto Alegre, Teresina e Macapá.

Ao todo serão 34 mil pontos de iluminação trocados por LED, além de sistemas de telegestão e telemetria. A prefeitura não descarta redução da taxa de iluminação pública, a médio e longo prazo, mas ressalta que vai depender dos estudos e da modelagem da PPP.

Sem imposto para importação 

Duas resoluções (nº 14 e nº 15) da Câmara de Comércio Exterior zeraram as alíquotas do imposto de importação para bens de informática e telecomunicações, o que deve aumentar o volume de importação desses produtos e, consequentemente, uma redução no preço no mercado interno. A medida, com 50 itens beneficiados, vale até dezembro de 2019.

O Espírito Santo se destaca como importador de equipamentos elétricos e para telefonia celular. No último mês de janeiro foram US$ 35,4 milhões, um crescimento de 35% em relação ao período de 2017. A participação é de 8% na pauta importadora.

Mais um ponto para o Estado

O setor de bens de capital (bens que servem para a produção de outros, como máquinas, equipamentos, etc) também será beneficiado com essas resoluções, com 780 itens isentos do pagamento do imposto. O Espírito Santo, em janeiro, importou US$ 25,4 milhões, um incremento de 5% em relação ao mesmo intervalo de 2017. Dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic).

Café capixaba para asiáticos

Participante do Programa de Qualificação para a Exportação (Peiex ES), a empresa Café Caramello assinou nesta semana um contrato para distribuir seus produtos no mercado asiático (Coreia, Japão e China). A empresária Cristina PascoliTongo contou que foram meses de amostras e testes para fechar a parceria.

Voo experimental  

A Modern Logistics realiza neste sábado (10) um voo experimental de cargas para Viracopos. Retorna na segunda (12). Não há do que reclamar de falta de linhas aéreas no Espírito Santo. Que apareçam as cargas.

09.03.2018 - Mercado

Sem fiscalização in loco por falta de pessoal

Sem fiscalização in loco por falta de pessoal

Espírito Santo foi o estado que mais sofreu com a crise