Aline 1.jpg

Aline Diniz

Sou jornalista e sócia de uma agência de comunicação. Trabalhei por sete anos como colunista e repórter de Economia, depois fui assessora em órgão público por mais três. Passados alguns anos, volto com vontade de escrever sobre o que eu gosto: os bastidores da economia do Espírito Santo.

Empresa cria plataforma de consulta do desempenho das escolas no Enem

Empresa cria plataforma de consulta do desempenho das escolas no Enem

 Foto: equipe Phidelis Tecnologia/ divulgação

Foto: equipe Phidelis Tecnologia/ divulgação

É do Espírito Santo uma das poucas empresas que conseguiu desmembrar há dois anos os microdados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) referentes ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e lançar uma plataforma de consulta do desempenho de todas as escolas do país.

Um do sócios da Phidelis Tecnologia Paulo Victor Vescovi explicou que para atingir a pesquisa são alguns dias de análise e compilagem de dados. “Tudo é feito com base nas planilhas do Inep. Não há rankings. Criamos uma ferramenta de consulta para que dirigentes e pais possam verificar o desempenho das escolas”, contou.

Para desenvolver e alimentar a ferramenta, a Phidelis Tecnologia se debruçou nos dados desde o ano passado, quando o Inep parou de divulgar o ranking por escolas. “Foi uma forma de oferecer mais um serviço aos nossos clientes”, conta Vescovi, ao destacar que as principais instituições de ensino do Espírito Santo e de outros estados utilizam do software de gestão educacional e financeiro desenvolvido pela empresa, fundada em 2004.

No ES

Centro Educacional Leonardo Da Vinci, Escola São Domingos e Colégio Marista Nossa Senhora da Penha foram as três escolas capixabas com maiores médias globais no último Enem, realizado em 2017, incluindo objetivas e redação: 714,61, 701,51 e 697,54, respectivamente. Em seguida estão o Colégio Sagrado Coração de Maria (689,74) e o Centro Educacional Charles Darwin Vitória (687,7).

Entre os institutos federais do Espírito Santo, as melhores médias foram do Ifes campus Colatina, com 678,57, e do Ifes campus Vitória, que obteve 669,37. Destaque também para a média de redação do Centro Educacional Primeiro Mundo, que ficou em primeiro no ES e em sétimo no país.

No Brasil

As três escolas que obtiveram as maiores médias no Brasil estão localizadas na região Nordeste. Farias Brito Colégio de Aplicação, de Fortaleza, com 756,51; Ari de Sá Cavalcante sede Mário Mamede, também de Fortaleza, com 747,88; e o Instituto Dom Barreto, de Teresina, com 742,07.

Setor público

A capixaba Phidelis Tecnologia é a prova de como investimentos em tecnologia casam com a evolução da Educação. Conhecida no país por um sistema que integra escolas, pais, estudantes e professores, agora, a empresa, com mais de 75 funcionários, quer levar a expertise para o setor público.

Educação

Já rolou post sobre educação por aqui.

12.07.2018 - Mercado

 

 

Investimentos das prefeituras capixabas desabam e valores são iguais aos da década de 90

Investimentos das prefeituras capixabas desabam e valores são iguais aos da década de 90

Seis projetos em leilão de energia em agosto com portos de olho em térmicas

Seis projetos em leilão de energia em agosto com portos de olho em térmicas